O Conselho Federal de Medicina divulgou no dia 06/01 a resolução 1.957/2010 com novas regras para reprodução assistida (fertilização em laboratório). As mudanças na resolução permitem, entre outros benefícios, que a técnica seja realizada independente do estado civil e orientação sexual.

O texto limita a quantidade de embriões de acordo com a idade da mulher e proíbe a escolha do sexo e de características biológicas do futuro bebê.

Leia a resolução na íntegra:

http://www.portalmedico.org.br/resolucoes/cfm/2010/1957_2010.htm

Anúncios