A arte homoerótica vem sendo observada ao longo dos séculos em pinturas, esculturas, literaturas e artefatos presentes em diversas culturas. É importante instrumento de expressão da diversidade do desejo e também denúncia da heteronormatividade como construção histórica e politicamente datada.

Selecionei alguns dos inúmeros trabalhos interessantes que encontrei:

Egito – 2380 a 2320 a.c.

Atenas – V a.c.

China – Dinastia Ming (1368 a 1644)

Botticelli – 1473

Reni – Século XVII

Courbet – 1858

Courbet – 1866

Ingres – 1862

Tamara Lempicka – 1928

Tamara Lempicka – 1928

Pencovic – 1939

Tom of Finland – 1973

Pierre et Gilles – 1987

Possolo – 1992

Lartigue – 2004

Lartigue – 2005


Anúncios